Busco

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Busco por ruas estranhas,
seu amor que não me vem.
Busca eterna e tão insana,
mas que muito me faz bem.

Te procuro em cada gesto,
cada sorriso, cada olhar,
mas no fundo eu simplesmente,
não sei o que estou a buscar.

Quem sabe um dia te encontro,
de maneira inesperada,
num lugar inusitado,
para seguir em outra busca,
mas agora ao seu lado.

6 comentários:

Sammyra Santana disse...

Ai, florzinha, tô de dedinhos cruzados pra que vc, assim que dobrar a esquina, possa encontrar o amor que tanto busca e que se deixe arrebatar por esse sentimento!
Beijo bem grande!

Sammyra Santana disse...

uma semana mais que feliz pra ti, flor!
beijo grande, grande!

Noé disse...

Busco por suas entranhas
sem amor, não convem
Busca interna é em vão
pasme, sem o muito, e fico bem.

Noé disse...

Grato pelo elogio!

Rozangela disse...

Espero que encontre...eu já encontrei o meu e sei o que procurar, procurar. Muito lindo esse post!
Beijinhos!!
http://www.cgfilmes.blogspot.com/

Fabricio Hans® disse...

Digo que essa procura você não precisa necessariamente fazê-la.
Num momento qualquer, em uma conversa qualquer, em qualquer hora a sua busca inicia por acabar.
Quando muito se procura não acha, já deve ter ouvido isso de muitos, mas é verdade.
Assino embaixo no principio do seu blog e linkei-o.Passarei no seu quintal, ok.
Bons posts!
Abraço.