Verdade

sábado, 20 de dezembro de 2008

Compreender é tão desnecessário,
sentir basta pra mim,

viver é a única coisa essencial.


Filósofos buscam ser "esclarecidos",
buscam com uma tal razão,

chegar a conclusões ditas racionais,

Chegar a verdade.


Mas que verdade é essa das pesquisas?
Eu prefiro a minha própria verdade,

aquela que encontro dentre de mim,

essa imensa busca interminável.


A vida por si só talvez já seja a verdade,
o ato de viver é de todos o mais verídico,
viver, amar, sofrer, sorrir, chorar, ser, buscar.

Pois a melhor verdade é a que criamos.

Gerlaine R Silva

4 comentários:

atolou disse...

Por isso, eu sempre busco as minhas verdades, não acredito ou sigo qualquer coisa,
Apenas sigo se aquilo for a minha verdade.

Abraços.

Marcos Lima disse...

Também não acredito nas interpretações das obras de autores já falecidos ou mesmo nas interpretações que os outros tentam fazer de opiniões de estudiosos e doutores na área.

Busco mesmo é a minha verdade!

Como vc gosta de mistério... Assiste "Crepúsculo". Aposto que vai gostar!!

Beijos

Sammyra Santana disse...

Adorei!
Afinal, esse conceito do que é normal ou anormal, do que é verdade ou não, é meio relativo!
Prefiro continuar com as minhas verdades e assim ir caminhando feliz!
Beijo, flor!

Niki disse...

texto mto bom..