Acaso

sábado, 27 de dezembro de 2008

Acaso
“Cada um que passa em nossa vida,
passa sozinho, pois cada pessoa é única
e nenhuma substitui outra.
Cada um que passa em nossa vida,
passa sozinho, mas não vai só
nem nos deixa sós.
Leva um pouco de nós mesmos,
deixa um pouco de si mesmo.
Há os que levam muito,
mas há os que não levam nada.
Essa é a maior responsabilidade de nossa vida,
é a prova de que duas almas
não se encontram ao acaso."
(Antoine de Saint-Exupéry)



Gosto muito deste texto. O tenho como uma verdade incontestável, pois penso que é exatamente assim... Quando conhecemos alguém passamos a carregar algo que essa pessoa nos deixou, e esse alguém leva alguma coisa de nós.
Quando paro para pensar nas coisas que aconteceram na minha vida percebo um rastro permanente que certas pessoas me deixaram, noto que essas pessoas estarão sempre comigo de alguma forma.
Cada coisa que acontece, sendo boa ou ruim, nos muda em algo, nos acrescenta algo... Desde que eu entendi isso passei a reclamar menos das coisas ruins que acontecem certas vezes, pois percebi que mesmo elas são importantes para mim.
Afinal, o que parece ser o fim do mundo agora posteriormente pode ser entendido como sendo uma porta de escape para algo ruim. Nem sempre as coisas são como parecem...

11 comentários:

O Frango... ® disse...

Também concordo com o texto do Saint-Exupèry... Mesmo que seja nas pequenas coisas, todo mundo com que a gente se relaciona deixa um pouco dela na gente... é meio que inevitável. E isso é tanto para o bem quanto para o mal, sempre fica alguma coisa! É só saber aproveitá-la =D

Oitentando disse...

Belo texto!!!Concordo com o que foi citado,realmente a vida sempre será assim,essa mutualidade de trocas constantemente...
aprendemos muito com isso e nos doamos tambem!!!

Strider Kelevra disse...

legalz akeee

xD

voo procurar mais sobre esse "Saint-Exupèry..."

keeloko.blogspot.com

Meg disse...

Então...o texto é ótimo, eu já o conhecia e sempre gostei muito.

Bem legal tudo o que vc escreveu tb, claro que nada é por acaso. E como vc falou, td mundo deixa alguma coisa em nós, de bom ou de ruim, mas deixa. E a gente vai construindo a vida assim, de boas e más lembranças, mas sempre de bons apredizados...

beijos

Ritmo da Poesia disse...

oi,eu tbm gostei muito do seu blog!!!bastante interessante e legal................
FELIZ ANO NOVO.
bjinhu*
tchau

Fábio Flora disse...

De certo modo, somos a soma de todas as pessoas que conhecemos, admiramos ou não. Querendo ou não, levamos cada uma delas conosco. Para sempre.

Marcio Santos disse...

legal cara,
concordo cuntigo!



Se puder passa no meu blog:

http://paginadacomedia.blogspot.com/

André disse...

algumas pessoas passarao na tua vida para te ensinar.
algumas pessoas pessarao na tua vida para aprender.
algumas nunca vao te esquecer e outras tu nunca vai esquecer...alguem pode aparecer somente para fazer tu conhecer outra pessoa de maneira indireta. a vida tem um unica caminho que se divide em dois que se divide em quatro que se divide em oito...e assim por diante. encruzilhadas...um grande abraço e belo ensaio sobre o um texto de exupery

goth.wood disse...

blog novinho mas tu escrve mto bem parabéns se quiser conhecer o meu aí vai o link

http://exoticlic.blogspot.com/

Tatah Marley's Confissões disse...

Achei o texto fantástico!
beijinhos!
feliz ano novo!
;*

Adriana disse...

Essa idéia de que estamos na realidade sozinhos me deixa um pouco apavorada.
Mas é verdade que, deixamos pedaços nossos nas pessoas e elas em nós.
Isso é poético e verdadeiro.
Por isso que temos que tentar deixar o máximo de pedaços bons, pensando bem!

Beijos!
Adorei seu blog!